Desenvolver a Inteligência

sistema2

Vimos que a evolução realiza uma série de transformações na natureza do ser, substituindo-lhe as qualidades do Anti-Sistema pelas do Sistema.

Qual a razão de a evolução desenvolver inteligência?

O que ocorreu, com a queda, à inteligência que dirigia o Sistema?

Ela continua a dirigir o Anti-Sistema, para salvar para a criatura, pois a queda significa destruição da luz da compreensão, ficando nas trevas da ignorância.

Então, quanto às qualidades cognoscitivas e diretivas, dominantes no Sistema, deve ter ocorrido o mesmo que acontecera, com a queda, às outras qualidades.

A queda não representou uma destruição das distintas individuações, mas a destruição do seu estado orgânico de Sistema, reduzindo-a ao estado desorganizado de Anti-Sistema, assim, a inteligência representada pelas qualidades cognoscitivas e diretivas não foi destruída, mas permaneceu apenas na mente que regia o Sistema e o Anti-Sistema, ou seja, em Deus e em Sua Lei, enquanto escapava das mãos da criatura, por ter caído nas profundas trevas da ignorância.

O conhecimento permaneceu intacto, mas só no Sistema, e não no Anti-Sistema, que o perdeu. Cabe agora a este, em consequência da revolta, uma obediência ainda mais dura, porque deve ser executada forçadamente por um ser cego, amarrado a uma lei determinística; obediência ainda mais dura do que a livremente executada no Sistema por um ser consciente, o qual aceita porque compreendeu e se convenceu.

Com a queda o conhecimento passou das mãos da criatura, que antes era colaboradora consciente da Lei, às mãos da Lei. A criatura, que já não mais pode possuir funções livres diretivas porque se revoltou e decaiu na ignorância, deve agora obedecer cegamente a Lei. É lógico que, quanto mais a criatura se aprofundar no Anti-Sistema, mais ela ficará submergida na ignorância, e mais virá a perder sua liberdade, que não é uma qualidade que se possa conceder aos inconscientes, que não podem saber fazer bom uso dela.

Dessa forma, a revolta produziu, como consequência, não a subversão da Lei, mas apenas a subversão dos rebeldes. A Lei de Deus permaneceu íntegra, mesmo no Anti-Sistema, com a função de reerguê-lo, impelindo o ser, tornado ignorante da Lei e coagido através do erro e da dor, a aprendê-la novamente. Assim, como a queda, o conhecimento se emborcou em ignorância, com a evolução se dá o afastamento da ignorância em direção ao conhecimento.

Temos, então, duas inteligências antepostas com guias do ser: a da Lei substituindo tanto mais à do indivíduo quanto mais este perde consciência por descer ao Anti-Sistema; e a inteligência do indivíduo, sendo reconquistada pela evolução.

A primeira inteligência pertence à consciência cósmica ou pensamento de Deus.

A segunda é patrimônio individual de cada ser, que a possuía plenamente no estado perfeito do Sistema, mas perdeu-a com a queda no Anti-Sistema, mas reconquista-a, evoluindo até ao estado perfeito do Sistema.

Até este momento, quanto se retoma a posse de sua posição de elemento consciente da Lei e de seus planos, caminha como um cego; A Lei o conduz pela mão, e o dirige sem que o saiba, guia-o e o impele indiretamente, a fim de não lhe violar a liberdade, manobrando-o por meio dos instintos, barrando-lhe o caminho errado com reações dolorosas, premiando-o com melhora de vida cada esforço de progresso.

Com a evolução, o ser se liberta cada vez mais desse determinismo, volta a compreender a utilidade de seguir a Lei, preparando-se para obedecer-lhe espontaneamente; a Lei, então, permite-lhe apoderar-se das alavancas de comando, concedendo-lhe assumir pouco a pouco as funções diretivas, até personificar os próprios princípios da Lei, como ocorre no Sistema.

Dessa forma, com o seu esforço de tornar a subir o caminho da descida, com a reconquista da consciência, o ser readquire a liberdade perdida.

Esta só lhe pode ser dada pelo conhecimento.

Livro: O Sistema

http://www.ebookespirita.org/PietroUbaldi/OSistema.pdf

Faça seu comentário e participe de nosso grupo de estudos

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s