A existência de Satanás

sistema2

Indubitavelmente, se o Sistema tem um centro em Deus, o Anti-Sistema deve ter seu próprio anti-centro. E se o primeiro corresponde ao princípio do “eu sou”, o segundo deve corresponder ao princípio do “eu não sou”. Enquanto o primeiro representa a plenitude do espírito e da unificação, o segundo representa a destruição do espírito na matéria e a vitória do separatismo.

Tudo quanto até agora dissemos, e também a lógica, não só nos impõem que admitamos, diante do centro do Sistema, o anti-centro do Anti-Sistema, mas nos indicam também as qualidades destes dois centros opostos, devendo ser as mesmas do Sistema e do Anti-Sistema levadas ao máximo de concentração. Cada um dos dois centros trabalha em sentido inverso ao outro, em posição de completo antagonismo e rivalidade, disputando-se o domínio dos seres.

Os espíritos não-decaídos estão fora dessa luta. Mas os que, com a revolta, se deixaram levar pelos impulsos do Anti-Sistema, vivem à mercê destes, procurando mantê-los sob seu domínio.

Este fato, todavia, não pode impedir as forças do Sistema de permanecerem vivas e ativas também no Anti-Sistema e de exercerem pressão sobre as criaturas. É a luta entre a luz e as trevas, entre os impulsos ascensionais da evolução e os descendentes da involução.

Cada um dos dois centros quereria tudo para si: o do Anti-Sistema para vencer o Sistema, fixando definitivamente a sua revolta; e o do Sistema para vencer o Anti-Sistema, salvando-o, ao levá-lo definitivamente ao estado de Sistema.

Essas forças são constituídas por impulsos estritamente individuados, e isto pelo princípio do egocentrismo, segundo o qual tudo o que existe só pode seguir o primeiro modelo do “eu sou” máximo, constituído pela Divindade. São forças decorrentes de impulsos anônimos, mas de núcleos dinâmicos bem distintos através das individuações precisas.

Não se pode negar isto por ser uma consequência lógica do princípio do egocentrismo.

Então devemos admitir que as forças do bem como as do mal são personificadas.

Individuação significa personalidade distinta.

Com efeito, na realidade do nosso mundo não encontramos forças anônimas não-individuadas, mas seres bons e seres maus, ou seja, os que emanam e produzem o bem e a vida, e os que só espalham o mal e a morte em torno de si. Isto tanto para os homens como para os animais, as plantas e até para as forças da natureza.

Toda essa falange, de impulsos individuados na forma de seres, gravita em redor do centro do próprio Sistema, sintetizando no grau máximo as respectivas qualidades e colocado no vértice da pirâmide da hierarquia dos seres, onde todos esses impulsos são personificados.

Por isso, a lógica continua a indicar-nos a presença de um centro em Deus e de um anti-centro em Satanás. Assim como o Primeiro é estritamente individuado, em forma pessoal, com suas qualidades próprias, o segundo, também, deve ser estritamente individuado, com suas qualidades próprias, em forma pessoal.

Esta é a estrutura da construção lógica, perfeitamente equilibrada do Sistema e do Anti-Sistema. Se houve a queda, da mesma forma que houve um ponto de partida em Deus, no Sistema, deve haver um ponto de chegada, em Satanás, no Anti-Sistema. Se existe um vértice no positivo, deve haver também um vértice oposto no negativo.

O Anti-Sistema é apenas uma reprodução invertida do Sistema, porque não pode ser outra coisa, em vista de não haver outros modelos no todo, e de poder a criatura, como ente livre, derivar, mas não criar, se o Sistema é construído como um edifício em pirâmide, com seu ápice em Deus, é necessidade lógica admitir-se que o Anti-Sistema seja construído como uma pirâmide invertida, com seu vértice em Satanás.

Livro: O Sistema

http://www.ebookespirita.org/PietroUbaldi/OSistema.pdf

Faça seu comentário e participe de nosso grupo de estudos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s