Missão cristocêntrica

gm1

A missão de Pietro Ubaldi foi cristocêntrica, convergindo para o Evangelho vivo dos tempos atuais, com novos conhecimentos em relação ao céu, numa linguagem ultramoderna.

Toda reforma traz impacto. Há os que aceitam e os re­jeitadores. E, Pietro Ubaldi veio para reformar o homem em, sua maneira de pensar e de agir. A verdade apresentada, ele a  pes­quisava, buscava e trazia de mundos elevados para o nosso, ainda tão atrasado, espiritualmente.

Essa posição de medianeiro da alta espiritualidade transformou-o num eleito de Jesus Cristo, e porta­dor, de mensagens ainda desconhecidas da humanidade, neste alvo­recer do terceiro milênio.

Em 1951, as homenagens foram tantas e a exaltação do seu nome foi tão grande que ele ficou assustado. Ele conhecia bem o resultado funesto que acompanha todo barulho produzido pelos homens.

Ele dominava o Evangelho, porque o vivia, e se recordava de que no “domingo. de ramos”, Cristo fora recebido com flores e no sexto dia crucificado. “Sua Voz”, também, havia dito: “o mundo parece espargir rosas, mas, na verdade, distribui espinhos; eu vos ofereço espinhos, porém vos ajudarei a colher as rosas”.

Junto desse testemunho público de Ubaldi, transcrevemos alguns tópicos de “Princípios”, que podem servir de roteiro a todos nós:

1) O primeiro dever de uma revista que nasce é orien­tar, claramente, seu pensamento e declarar com sinceridade seus objetivos: uma linha de conduta segundo princípios aos quais, de­pois, deverá permanecer fiel.

2) O que importa não é a pessoa, mas a ideia.

3) Todos nós temos o dever do exemplo, primeiro dever, somente com o qual se podem pregar quaisquer princípios, demons­trando, antes com fatos que com palavras, que eles podem ser vi­vidos.

4) Oferecer, nunca impor a verdade. Eis o patrimônio espiritual de cada consciência. Nunca introduzir-se na alma alheia com a violência da argumentação, numa guerra de ideias, para sub­jugar o semelhante; antes, procurar todos os meios de comunicação que conduzam à compreensão.

5) A nova era é a da bondade na compreensão reciproca; da convicção de todos no seio de um mesmo Deus: é a era do amor. O princípio é: procurar o que une e evitar o que divide.

6) Evitar o espírito de polêmica, pois este é considera­do como expressão na psicologia de um tipo biológico atrasado, que está sendo, cada vez mais, superado pela evolução.

7) Compreendamos que a verdade é relativa e progressiva e que nos foge em seu aspecto absoluto. Nós relativos, não po­demos possuí-la senão por progressivas aproximações.

8) Sejamos sempre construtivos, isto é, operemos em sentido positivo, unitário, como é o bem, e jamais sejamos destru­tivos, isto é, nunca sejamos em sentido negativo, separatista, como é o mal.

9) Que o Evangelho, tão pouco vivido até hoje, se transforme na forma de vida do homem novo, num novo método de vi­ver, que penetre cada ato nosso, demonstre que somos evolvidos e se manifeste com nosso exemplo a cada momento.

10) Nosso Lema é: Universalidade e Imparcialidade.

Livro: Grandes Mensagens

http://www.ebookespirita.org/PietroUbaldi/GrandesMensagens.pdf

Faça seu comentário e participe de nosso grupo de estudos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s