Agradecimento de Ubaldi

gm1

Antes do seu retorno para a Itália, em 1951, Ubaldi fez mais uma conferência na Escola Jesus Cristo e entregou uma carta ao Professor Clóvis, despedindo­-se dos amigos brasileiros, feliz pela semeadura realizada.

“Minha estada entre vós, caros amigos brasileiros, está terminada. Assinalou ela o início de minha vida pública, numa curva importante do meu destino, em que se iniciou o desenvolvimento de minha missão. E isso aconteceu neste ano de 1951, justamente no início da segunda metade de nosso século, que assinala a alvorada do sol que despontará no ano dois mil, sol da nova civilização do terceiro milênio.

Meu pressentimento, expresso em minha anterior mensa­gem, cumpriu plenamente. O Brasil respondeu de modo completo, com perfeita compreensão, confirmando com fatos o que me fora antes anunciado por inspiração. Tudo se processou normalmente, conforme a vontade de Deus e seus planos estabelecidos. Agrade­çamos a Deus, que nos ajuda através dos difíceis caminhos do bem.

Apenas uma ou outra voz isolada se levantou contrária. E se isso aconteceu foi somente porque alguns não puderam com­preender. Se houvessem entendido os conceitos fundamentais do meu trabalho, claramente por mim expostos, que são: “imparciali­dade” e “universalidade” e sobretudo “amor a todos”, a elevação daquelas vozes teria imediata e claramente aparecido a todos como coisa sem sentido.

E isso estou dizendo somente para recordar, uma vez mais,, que estou, como estive sempre, nos antípodas de qualquer espírito sectário, intransigente e separatista. Recomendei e recomendo sem­pre, principalmente àqueles que podem compreender melhor, que trabalhem com espírito de amor e não de polêmica, que se ocupem sempre de construir e jamais de demolir, respeitando as opiniões alheias, mesmo que representem ignorância. Em nossa bandeira está escrita a palavra: Amor.

Devemos, portanto, pregar a bondade, antes de tudo, pelo exemplo, praticando-a nós mesmos, com nosso exemplo para o bem dos outros. Somente quem primeiro praticou tem o direito de pre­gar. Ai daquele que faz dos princípios da virtude e do bem um meio de agredir o próximo!

O amor é a pedra de toque dos valores do ser. O amor é a primeira qualidade de Deus. O orgulho que quer dominar é a primeira qualidade de Satanás, é o maior pecado contra Deus.

Tenho estado entre católicos, espiritistas, protestantes, maometanos e budistas, entre seguidores de muitas religiões e filosofias e também entre ateus. E vi que essas distinções são mais de forma que de substância. Vi que na realidade só existem dois tipos de homens, qualquer que seja a religião a que pertençam; existem como que duas religiões fundamentais, — a do amor e a do orgulho.

À primeira pertencem os bons, os humildes que perdoam, os que se aproximam do semelhante para compreender e para auxi­liar; esses estão perto do bem e de Deus. À segunda religião per­tencem os orgulhosos, que discutem para dominar, que desejam des­truir para vencer, que se avizinham do semelhante com espírito de contenda, para fazer erguer-se o próprio eu; esses estão distantes do bem e de Deus.

Trata-se de dois métodos opostos, que sob qualquer for­ma, religião ou filosofia, revelam sempre o homem e sua verdadei­ra religião, a do bem ou a do mal.

Tenho ensinado sempre, com absoluta imparcialidade, esta religião mais substancial, que ensina sobretudo a amar. Quem agride, quem polemiza, se distancia do amor, que compreende sem dis­cutir e resolve todas as questões perdoando.

Sem esta base, que é o fundamento do Evangelho e da natureza de Deus, qualquer reli­gião se toma uma mentira, pois a verdade foi controvertida. Amar é a lei de Deus. Quem não ama, embora seja sábio e poderoso, não vive conforme a lei de Deus.

Livro: Grandes Mensagens

http://www.ebookespirita.org/PietroUbaldi/GrandesMensagens.pdf

Faça seu comentário e participe de nosso grupo de estudos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s